odontologia digital odontologia digital

Odontologia digital: saiba como usar as mídias sociais para impulsionar seu consultório!

17 minutos para ler

Fontes de informação e meios de comunicação interpessoal, as mídias sociais fazem parte do nosso dia a dia. Aproximando pessoas de interesses semelhantes, elas também atraem empresas, que perceberam a chance de interagir com diferentes públicos. Dentro desse cenário cenário, um fenômeno recente é a odontologia digital.

Diversas clínicas e consultórios odontológicos têm usado as plataformas online para promover contato direto com os pacientes, mantendo os antigos e conquistando novos. Para tanto, produzem conteúdo relevante, apresentando informações sobre os cuidados com a saúde bucal e as principais inovações para garantir um sorriso bonito e saudável.

De fato, a internet pode ser um meio bastante eficiente e relativamente barato para a divulgação do trabalho de um dentista. No entanto, é preciso prestar atenção aos limites éticos envolvendo o compartilhamento de conteúdo digital, além de adotar as estratégias mais adequadas a esse tipo de mídia.

Tem uma clínica ou consultório odontológico e não sabe como começar a se valer das mídias sociais a seu favor? Então este post foi feito para você: continue lendo e aprenda a adotar a odontologia digital para alavancar o seu negócio!

Por que utilizar as mídias sociais na sua clínica?

Mais do que seguir modismos ou tendências de mercado, as mídias sociais têm apresentado alta eficiência na divulgação do trabalho de clínicas e consultórios odontológicos. A seguir, listamos os principais motivos para você investir nelas. Confira!

Aumenta a visibilidade do consultório

O primeiro motivo pelo qual um consultório deve marcar presença nas mídias sociais é bem simples: lá estão seus clientes e pacientes em potencial. De fato, é muito difícil hoje em dia encontrar alguém que não tenha um perfil em ao menos uma plataforma como Facebook ou Instagram. Sem contar que o tempo todo as pessoas assistem a vídeos no YouTube e fazem pesquisas em sites de busca como o Google.

Portanto, se seu consultório está presente no meio digital, você pode alcançar bem mais pessoas. Apesar do marketing boca a boca ser importante para a divulgação de qualquer negócio, ele não tem o mesmo alcance em relação às mídias sociais. Assim, dá para aumentar as chances de reconhecimento e fidelização de pacientes.

Estreita o relacionamento com o paciente

Conquistar novos pacientes é fundamental para impulsionar o crescimento do consultório. No entanto, manter um bom relacionamento com pacientes atuais consiste na melhor forma de fortalecer a marca, pois eles são os principais responsáveis pela boa imagem do negócio.

Uma presença ativa nas mídias sociais figura como excelente maneira de interagir e se relacionar com os pacientes. Isso pode acontecer por meio da divulgação de conteúdo e da troca de mensagens. Dá para tirar dúvidas rápidas e até agendar consultas. Também é possível avaliar os feedbacks no atendimento e ver quais melhorias estão ao alcance.

Passa credibilidade e confiança

As pessoas estão o tempo todo em busca de informações confiáveis sobre os mais diversos assuntos, mas principalmente sobre bem-estar e estética. Elas manifestam uma clara e crescente preocupação com a saúde em geral, envolvendo alimentação, prática de exercícios físicos e manutenção de um sorriso saudável e bonito.

Mas antes de elas consultarem o “Dr. Google”, que tal oferecer os dados mais procurados? Sua clínica ou consultório pode servir como fonte segura para os pacientes: basta produzir conteúdo informativo de qualidade, com as principais novidades da área odontológica e da saúde de modo geral.

Assim, você aumenta a confiabilidade e a credibilidade do seu negócio, tornando-se gradualmente uma referência no assunto e conquistando a preferência de boa parte do público.

Ajuda na conquista de novos pacientes

Com a alta competitividade do mercado, está cada vez mais difícil angariar novos pacientes. Mas se a sua clínica ou consultório alcança uma quantidade maior de pessoas, transmitindo credibilidade e confiança, é provável que elas deem preferência ao seu negócio na próxima consulta odontológica.

E, de fato, trata-se de um dos grandes motivos que levam as instituições de saúde a usarem as mídias sociais. As pessoas tendem a preferir os lugares bem avaliados e que passem a confiança necessária. Uma elevada reputação, aliada ao reconhecimento do público, é vital para um dentista bem-sucedido e o crescimento de qualquer negócio.

Como começar a usar as redes sociais?

Agora que você já conferiu os motivos para divulgar o seu negócio online, deve estar se perguntando por onde começar. Muitas empresas criam uma página no Facebook e no Instagram acreditando que isso basta. No entanto, é fundamental adotar uma estratégia bem estruturada, pois o que está em jogo é nada menos do que a reputação da marca.

Deslizes como o compartilhamento de uma informação falsa (fake news) podem prejudicar a sua imagem com muito impacto, fazendo com que as pessoas pensem duas vezes antes de se consultar com você.

Outro erro recorrente, em especial de quem administra consultório particular, é misturar um perfil pessoal com o profissional. Seus seguidores querem saber a sua opinião sobre um novo método de tratamento, e não ver fotos de viagens de férias ou almoços em família. Esse tipo de postagem até gera comentários e curtidas, mas não agrega valor ao negócio.

Então, o que considerar ao adotar uma estratégia? Isso depende de diversos fatores, como o tipo de público, a capacidade de atendimento e as características das próprias mídias sociais. De qualquer forma, listamos um breve passo a passo a seguir.

Defina seus objetivos

O primeiro estágio para criar uma estratégia de marketing digital é a definição de metas. Elas podem englobar, por exemplo, a conquista de novos pacientes, o processo de transformação em referência em determinado assunto ou o aumento do engajamento do público.

Além disso, vale a pena estabelecer objetivos secundários, como atingir certo número de seguidores em um período ou melhorar o engajamento (quantidade de curtidas, comentários e compartilhamento dos posts). É importante que as metas prezem pelo realismo, dentro das possibilidades e do investimento.

Observe a concorrência

Um fator de bastante relevância em qualquer área de atuação consiste na análise das ações de concorrentes. Isso é necessário não apenas para conferir ideias que estão dando certo, mas também para seguir as tendências do mercado.

Afinal de contas, seus seguidores provavelmente esperam que você fale sobre algum assunto específico nas publicações.

Entenda quem é seu paciente

Uma das grandes vantagens das mídias sociais é a possibilidade de segmentar o alcance de uma página para um público específico. Negócios locais, como consultórios odontológicos, podem tirar muito proveito, uma vez que dificilmente uma pessoa se desloca demais para uma consulta.

E esse é apenas um dos fatores impactantes na segmentação do público. Você pode separá-lo pela idade, poder aquisitivo, assuntos de interesse (palavras-chave), entre outros. Assim, dá para direcionar esforços para quem realmente cumpre os requisitos para se encaixar na categoria de cliente em potencial.

No entanto, para que a segmentação funcione, antes de tudo é fundamental o entendimento de quem é o seu público. Isso pode acontecer a partir de uma análise do perfil dos seus pacientes atuais, além do próprio entendimento que você tem a respeito deles. De forma complementar, promova uma pesquisa de mercado nas próprias redes sociais.

Escolha as mídias sociais para atuar

Outro ponto importante é a compreensão de que as mídias sociais não são iguais. Cada uma delas tem características próprias e, por isso, atrai um tipo de público. O Facebook, por exemplo, é mais tradicional, até por ser uma das mais antigas. Como consequência, figura como a preferida do público acima dos 40 anos.

Isso não quer dizer que exista uma mídia melhor do que outra, ou que você deva preferir um tipo específico. Porém, é necessário entender qual é o público que tende a interagir mais em cada uma delas e o comportamento dessas pessoas.

Da mesma forma, atente-se ao formato e ao estilo de conteúdo que mais funcionam, pois isso pode ser determinante para chamar a atenção dos usuários das redes. A seguir, explicamos de modo geral as principais mídias sociais, as postagens relevantes e o comportamento do público.

Facebook

O Facebook dispensa apresentações. A plataforma de Mark Zuckerberg permite a publicação de um conteúdo diversificado, desde fotos e vídeos até textos maiores. Também dá para compartilhar links externos, direcionando o usuário para outro site.

O ideal é que as clínicas e consultórios criem páginas e não perfis, prática recomendada pelas políticas do próprio Facebook. Mesmo se você usar o próprio nome, caso utilize a rede para trabalho, trabalhe em uma página profissional à parte. Páginas possibilitam o impulsionamento das publicações para alcançar mais pessoas.

Instagram

O Instagram tomou a frente na preferência dos usuários nos últimos anos, tornando-se a ferramenta mais popular para publicação de imagens. Marcada pelo forte apelo visual, ela pode ser bem explorada usando imagens bonitas do consultório ou de um trabalho feito.

Além do impulsionamento, que funciona da mesma forma que o do Facebook, o uso de hashtags (#) ajuda a ampliar o alcance a outros usuários interessados no assunto. É importante não se esquecer de colocar o contato da instituição na biografia (bio), o cabeçalho da página.

Twitter

O Twitter já foi uma mídia social mais restrita. Hoje, porém, é possível compartilhar praticamente todo tipo de conteúdo, como fotos e vídeos. Os textos são limitados a 280 caracteres, mas podem receber complementos ou disponibilizar links para páginas externas.

O mais interessante do Twitter é o caráter imediatista, facilitando o acompanhamento de fatos ou opiniões em tempo real. Assim, dá para fazer postagens mais rápidas e em maior número em relação às anteriores.

LinkedIn

O LinkedIn é uma rede voltada ao meio profissional, portanto mais visada por pessoas em busca de novas oportunidades.

No entanto, criar uma conta é interessante para que mais pessoas acompanhem o trabalho do seu consultório ou clínica, além de ajudar a manter contato com outros profissionais renomados e conferir as principais novidades do setor. Para isso, é importante não só ter seguidores, mas seguir páginas de seu interesse.

Youtube

O Youtube é uma das mídias sociais mais acessadas atualmente, inclusive porque não é necessário manter um perfil ou canal ativo. O usuário só precisa entrar na página principal e fazer uma busca rápida para conferir vídeos.

As empresas costumam manter canais ativos para o compartilhamento de material. No caso de clínicas e consultórios odontológicos, pode ser desde um conteúdo institucional, mostrando a infraestrutura, até entrevistas com profissionais e apresentações de novidades do ramo.

Com a tecnologia atual, sequer é necessário investir em muitos equipamentos para desenvolver vídeos para seu canal. Caso não possa contratar uma equipe especializada, dá para usar uma máquina semi-profissional ou até a câmera de smartphones. O mais importante é que o conteúdo preze pela originalidade e relevância ao público.

Whatsapp

Ainda é muito discutido se o Whatsapp é ou não uma mídia social. No entanto, não dá para negar o quanto ele está inserido no cotidiano das pessoas, aparecendo como uma das ferramentas mais importantes para a comunicação. Inclusive, a maioria das empresas já utiliza o aplicativo para conversas internas e relacionamento com os clientes.

Vale lembrar que não é permitido realizar consultas e diagnósticos pelo aplicativo. Por outro lado, isso não impede a utilização do Whatsapp como um canal de respostas a dúvidas, envio de lembretes de consultas e procedimentos etc. Também podem ser enviados conteúdos semelhantes aos publicados nas redes sociais, inclusive compartilhando o link para elas.

Produza conteúdo de qualidade

Quando falamos em conteúdo de qualidade, não nos referimos, por exemplo, a vídeos feitos em alta definição e com um grande orçamento. Pelo contrário, nem sempre é necessário investir muito para ter um bom material.

Uma produção de qualidade é aquela que oferece informações relevantes, é bem estruturada e consegue dialogar adequadamente com o público. Além disso, originalidade consiste em característica primordial, ou seja, deve-se buscar o desenvolvimento de algo totalmente novo, sem copiar textos dos outros.

Isso não quer dizer que você não possa se inspirar nas boas ideias. Vale ficar de olho em tendências e acompanhar tudo que concorrentes e outras páginas fazem, ainda que não sejam relacionadas à odontologia. Determinados conteúdos podem servir de inspiração para que você produza peças jamais vistas.

Conheça a linguagem da internet

As relações e até mesmo a linguagem usadas nas mídias sociais são bem diferentes do mundo externo. Inclusive, por estarem tão presentes no nosso dia a dia, é comum que muitas das expressões saiam do mundo virtual para o real. Assim, conheça os formatos, as gírias, os memes e todos os elementos que perfazem a internet.

Nada disso significa que você deva fugir totalmente de uma linguagem mais técnica. No entanto, é preciso saber se adaptar ao meio, para que os materiais sejam ao mesmo tempo relevantes e atrativos para o público.

Interaja com o público

Um dos maiores erros cometidos por empresas em mídias sociais é a falta de atenção dada ao público. Não basta produzir conteúdo de qualidade, relevante e original sem interagir com as pessoas.

É fundamental responder aos comentários e, principalmente, às mensagens enviadas diretamente para a página. Caso não haja a necessidade de dar uma resposta em si, é simpático pelo menos curtir o comentário. O mais importante consiste em demonstrar que a participação do público está sendo vista e bem recebida.

Mesmo as críticas devem ser respondidas, tentando resolver a questão da melhor maneira possível. No entanto, é bom fugir de comentários maldosos ou fora de contexto, que são bem comuns em qualquer rede social.

Invista em anúncios

Muitos dos materiais disponibilizadas em mídias sociais funcionam de forma orgânica, ou seja, sem a necessidade de pagar para que ganhem visualizações. Mas também é importante investir em anúncios pagos, que servem para divulgar o seu trabalho de modo mais incisivo.

Todas as ferramentas citadas no post permitem o impulsionamento de publicações, cada uma com suas particularidades. Além delas, os links patrocinados e o display do Google consistem em ótimas alternativas para que o negócio seja encontrado por pessoas que estejam buscando por um atendimento odontológico.

Antes de investir em anúncios, é necessário ter o cuidado de adotar uma estratégia bem acertada. A segmentação mencionada anteriormente desempenha papel de bastante impacto para que as peças de marketing alcancem o público em potencial. Assim, você pode otimizar os investimentos, reduzindo os custos com a divulgação do seu negócio.

Monitore e analise os resultados das ações

As mídias sociais passam por constantes transformações. Uma coisa que funciona hoje pode não dar certo daqui a um mês e vice-versa. Qualquer estratégia para essas redes deve considerar fluidez e capacidade de mudança. Por isso, é fundamental monitorar e analisar todos os resultados das ações. Caso algo não esteja dando certo, é hora de rever e alterar.

As próprias plataformas oferecem gerenciadores de anúncios e publicações para as empresas, dando uma visão geral dos resultados. Por meio deles, dá para acompanhar o crescimento ou a queda no número de curtidas na página e nas publicações, nos compartilhamentos e comentários. Assim, é possível ter um entendimento superficial de suas ações e realizar mudanças.

Outras ferramentas, gratuitas ou pagas, fornecem relatórios mais completos que, inclusive, comparam os resultados de uma mídia social com outra. Desta forma você pode analisar qual se saiu melhor, o que funcionou em uma que poderia servir para as demais e até abandonar uma rede que não esteja sendo bem aproveitada.

O que não é permitido?

Traçar uma estratégia bem estruturada de mídias sociais é muito importante, mas ainda não suficiente para começar a aplicar a odontologia digital. Explica-se: existem diversas limitações éticas à respeito de publicidade e propaganda para a área.

De acordo com o capítulo XVI do Código de Ética do Conselho Federal de Odontologia, as publicações não podem provocar nenhum tipo de constrangimento ao público e aos pacientes. Além disso, o documento também destaca que as peças de marketing digital não devem conter:

  • fotos e vídeos de consultas;
  • demonstrativo de diagnósticos e tratamentos;
  • apresentação de resultados clínicos;
  • preços dos serviços e promoções gratuitas;
  • propagandas enganosas ou abusivas;
  • imagens de comparações antes/depois;
  • métodos e tratamentos não comprovados cientificamente;
  • fotos e dados pessoais dos pacientes sem autorização.

Outro tipo de abordagem antiética é a comparação com colegas ou a difamação do trabalho de outros. Ou seja, a atuação nas mídias sociais pelos profissionais de odontologia precisa respeitar os limites dos pacientes e concorrentes, focando nas realizações do consultório ou clínica, sempre em temas relacionados à profissão.

Quem desrespeitar essas regras apresentadas no Código de Ética fica sujeito a sanções e até à perda do registro no Conselho Regional de Odontologia (CRO).

O fato é que é quase impossível imaginar, nos dias de hoje, um profissional ausente na internet de alguma forma. Estar nas mídias sociais consiste em uma forma de se aproximar e dialogar com o público de maneira ampla e efetiva.

No caso do marketing odontológico, trata-se também de um caminho para permitir o acesso da população a informações mais confiáveis sobre a área. Os profissionais podem ganhar credibilidade a ponto de virarem referência para muita gente, abordando cuidados com a saúde bucal e o que pode ser feito para a manutenção de um sorriso bonito.

No entanto, é fundamental que as redes sociais sejam usadas adequadamente, trabalhando a imagem pessoal e do negócio com cuidado. Afinal de contas, qualquer deslize ou excesso de exposição no ambiente virtual compromete anos de reputação, com proporções até piores do que no meio externo.

Portanto, antes de traçar qualquer metodologia de plataformas online e criar conteúdo para a internet, estude bastante e promova uma pesquisa de mercado para entender os limites da sua atuação. Se possível, conte com o apoio de um especialista em marketing digital e redes sociais para dar todo o suporte necessário.

De qualquer forma, a odontologia digital já é uma realidade, atraindo um público cada vez mais preocupado em manter uma boca saudável, com dentes bem cuidados e um belo sorriso. Vale a pena, então, entender melhor o assunto e investir nas mídias sociais para divulgar o seu trabalho e a sua clínica ou consultório odontológico.

Gostou de conhecer a maneira ideal de usar as mídias sociais no seu consultório? Quer conferir mais conteúdos como este? Assine nossa newsletter e receba e-mails exclusivos!

Posts relacionados