O que é importante em um planejamento de implantes?

3 minutos para ler

No planejamento de implantes, o implantodontista organiza todas as informações necessárias sobre o paciente para que o resultado do processo de reabilitação oral seja o melhor possível. Continue a leitura e veja o que não pode ser deixado de fora ao fazer o planejamento de implantes.

A prótese dentária é a peça central na hora de planejar

O ideal é que a primeira avaliação da cirurgia seja focada na prótese dentária. Ela influenciará na escolha dos implantes dentários e dos processos cirúrgicos para alcançar a expectativa do paciente. Caso o implantodontista não tenha conhecimento necessário em próteses, é melhor contar com o acompanhamento de um protesista para ter uma avaliação correta para o planejamento de implantes.

Anamnese e exames para o planejamento de implantes

É importante conhecer o estado de saúde do paciente. Faça a anamnese, pergunte se ele fez ou está fazendo algum tratamento, se toma medicamentos e se possui algum problema de saúde. Os exames antes da cirurgia são outro passo importante no planejamento de implantes. Exames laboratoriais, como o de sangue, ajudam a traçar melhor os procedimentos da cirurgia e são importantes até para questões do pós-operatório, como a cicatrização.

Tomografia e outros exames de imagem para o planejamento de implantes

Os exames de imagem permitem fazer um planejamento de implantes melhor. Porque o implantodontista consegue ver qual será o implante dentário mais adequado para cada caso, além de saber se o paciente precisará de enxerto ósseo no local ou não. Atualmente, as diferentes formas de tomografia são essenciais antes do processo cirúrgico, pois oferecem uma visão tridimensional (3D) do local. Assim, o cirurgião dentista consegue ter uma boa ideia de todas as estruturas vitais presentes na boca do paciente.

Um bom planejamento de implante evita erros na cirurgia

Durante o processo cirúrgico, as chances de o implantodontista perfurar um nervo ou uma veia da boca do paciente aumentam, caso o planejamento de implantes não tenha sido feito com cuidado. Ao conhecer bem as estruturas bucais, o espaço e posição que o implante e a prótese dentária ocuparão, existem menos riscos de que algo saia diferente do programado.

Planejamento de implante também é importante para o pós-cirúrgico

O planejamento de implantes ajuda a minimizar as chances de ser necessário corrigir algo depois. Logo nos primeiros exames do pré-operatório, o implantodontista já consegue saber se o paciente tomou ou toma algum medicamento que possa influenciar na cicatrização. Além disto, também é possível saber quais os cuidados que devem ser indicados para o paciente ter uma recuperação completa.

Powered by Rock Convert

Veja também:

Posts relacionados

Deixe um comentário