Como motivar os pacientes a terem sucesso no tratamento odontológico?

6 minutos para ler

Além de todas as tarefas que desempenha, o dentista muitas vezes tem outro papel importante, que é o de motivar pacientes a cumprirem o tratamento proposto. Afinal, existem casos em que eles procrastinam esse cuidado ou até mesmo interrompem o acompanhamento precocemente.

Sabemos que interromper um tratamento odontológico ou adiá-lo traz consequências negativas, exigindo intervenções mais complexas no futuro. Por isso, essa motivação é uma responsabilidade importante do profissional que, ao mesmo tempo, garante rentabilidade para a clínica.

Você pode engajar os seus pacientes de uma forma muito simples, já que algumas medidas e ações contribuem significativamente para deixá-los mais motivados. Neste artigo, listamos algumas sugestões para você colocar em prática. Continue lendo e veja quais são elas!

Crie um ambiente confortável e aconchegante

A recusa para iniciar ou dar continuidade a um tratamento odontológico muitas vezes se relaciona com o desconforto e insegurança de uma pessoa quando está na clínica. Assim, a primeira medida que você deve adotar é fazer com que o ambiente seja mais confortável e aconchegante para o público.

Em vez de adotar aquele visual clássico dos espaços de saúde, com paredes brancas e monótonas, prefira cores suaves e agradáveis. Além disso, invista em uma decoração que deixe o paciente à vontade e prefira uma mobília que torne o espaço mais acolhedor, aliviando o estresse e a ansiedade para que ele se sinta bem.

Esclareça todos os detalhes e dúvidas antes de iniciar

Algumas pessoas não passam da consulta de avaliação, e isso pode acontecer em função de dúvidas que elas têm a respeito do procedimento. Portanto, para que você consiga motivar pacientes, é necessário ter certeza de que eles entenderam tudo a respeito do tratamento.

Para isso, procure utilizar uma linguagem simples e mais acessível. Esclareça termos técnicos, deixe claro como cada etapa vai acontecer e preste atenção às suas feições e linguagem corporal para perceber se ele de fato está entendendo. Antes de finalizar a consulta, pergunte se ficou alguma dúvida e se coloque à disposição para maiores esclarecimentos.

Lembre-se de que também é importante esclarecer dúvidas a respeito do investimento que o paciente precisará fazer em seu tratamento. Sendo assim, procure não ignorar esse fator porque ele é relevante para o indivíduo. Deixe claro quais serão os custos dos procedimentos, inclusive, oferecendo facilidades para o pagamento.

Mantenha uma boa relação e comunicação

Para motivar pacientes a cumprirem o tratamento odontológico até o final é preciso que eles confiem em você. Sendo assim, é fundamental passar uma primeira impressão positiva, a fim de cativar a simpatia dessas pessoas, ganhar a sua confiança e manter um bom relacionamento.

Uma boa comunicação e diálogo não podem faltar porque seu paciente precisa perceber que você está ali de fato para ajudar, que compreende as suas inseguranças, dores e dúvidas. Além disso, ele deve perceber que você está realmente empenhado em encontrar a melhor solução possível.

Nesse caso, é interessante adotar algumas boas práticas do atendimento humanizado. Assim, a pessoa perceberá que realmente pode contar com você e que não é apenas mais um número em sua clínica.

Explique os impactos negativos de não seguir o tratamento

Conforme citamos na introdução, quando os tratamentos odontológicos são adiados ou interrompidos, futuramente, o indivíduo pode precisar de intervenções muito mais complexas. No entanto, nem sempre ele sabe disso, então, cabe ao profissional fazer esse alerta.

Desse modo, explique quais são os impactos negativos de não seguir com o tratamento, os problemas que isso pode acarretar e a maior dificuldade para revertê-los. Alerte também sobre os investimentos maiores e o tempo prolongado que isso pode demandar.

Contudo, quando fizer isso, procure evitar utilizar uma linguagem que acabe assustando o paciente. Tenha cuidado com o modo como você transmite a mensagem para que ele não se sinta pressionado, mas deixe claro que o melhor momento para intervir é agora.

Apresente os benefícios de cumprir o tratamento

Para reforçar suas explicações e argumentos sobre os impactos negativos de não seguir com o tratamento, você pode motivar os pacientes apresentando os benefícios de agir de modo contrário, ou seja, seguindo adiante com os procedimentos propostos.

Desse modo, fale sobre como as intervenções vão contribuir com o equilíbrio da saúde bucal. Explique de que maneira elas ajudam a prevenir outros problemas, da melhor qualidade de vida que o paciente vai alcançar e sobre o menor tempo e investimento necessários.

Outro argumento válido é sobre os benefícios estéticos que muitos procedimentos proporcionam. Esclareça como o tratamento impactará positivamente a aparência do sorriso e de como isso favorece a autoestima e a satisfação consigo mesmo.

Mostre a evolução alcançada

No caso dos pacientes que já estão realizando o tratamento, mas vêm se mostrando desestimulados a dar continuidade, adote uma abordagem diferente. Mostre para eles quais foram os resultados alcançados até o momento.

Considere que é muito comum que a pessoa não consiga se lembrar de como estava a sua situação quando ela deu início ao tratamento. Portanto, você pode relembrar tudo que aconteceu para que ela perceba que está alcançando bons resultados.

Por isso, é muito importante manter devidamente registrado todo o histórico de cada um dos seus pacientes. Dessa forma, terá todo o material que precisa reunido para apresentar essa evolução, que pode ser, por exemplo, por meio de exames de imagem e fotografias.

Adote ações de pós-venda

As ações de pós-venda também precisam fazer parte do universo dos dentistas, assim como em qualquer outro ramo. Você precisa manter o contato com seus pacientes para que eles se lembrem das próximas etapas do tratamento ou da necessidade de fazer os retornos ao consultório.

Sendo assim, é importante que a tecnologia seja incorporada no dia a dia da sua clínica, pois desse modo fica mais fácil fazer o envio de mensagens, seja por e-mail, SMS, aplicativos ou outros. Além do mais, um sistema de gestão contribui de forma significativa, porque possibilita fazer o controle dessas informações, alertando sua equipe.

Como visto, não é difícil motivar os pacientes a iniciarem ou darem continuidade ao tratamento odontológico. Você apenas precisa manter uma boa relação com essas pessoas e entender as suas inseguranças, dúvidas e necessidades. Dessa forma, poderá também trabalhar o lado psicológico, deixando-as mais confortáveis e confiantes para prosseguirem.

Outro assunto importante é a fidelização do paciente para que ele retorne a sua clínica. Por isso, veja este outro artigo que mostra tudo que você precisa saber sobre esse assunto.

Posts relacionados