Implantes S.I.N.: um breve guia sobre suas indicações.

8 minutos para ler

A gente sabe que as linhas de implantes da S.I.N. oferecem qualidade e alta tecnologia, mas não só: cada família de implantes reúne uma série de características e particularidades, para atender com excelência aos mais diversos casos clínicos. E, justamente, pensando em ajudar você a decidir sobre qual implante é mais adequado para cada situação, decidimos criar este guia!

Para facilitar no match perfeito, convidamos o Dr. Elder Brito, especialista e mestre em Implantodontia e Dentística e consultor científico da S.I.N. Implant System.

IMPLANTES EPIKUT

“Épica” é a melhor palavra para definir a família Epikut. Todos os itens desta linha oferecem excelente travamento primário, em razão de sua macrogeometria.  Por isso, são os mais indicados do mercado paracarga imediata.

Outra característica única do Epikut é o alto poder de corte, resultado de sua tecnologia precisa e de suas linhas diagonais, com roscas trapezoidais e de fácil implantação, tanto em alvéolos frescos como em alvéolos cicatrizados. Como consequência, a linha toda exerce uma capacidade de corte extraordinária.

Estes implantes contam também com a Superfície Plus, que está presente, aliás, em muitos outros implantes da S.I.N.

Isso quer dizer que tanto o design como a superfície do Epikut agilizam o protocolo e aceleram a osseointegração. Ou seja, por causa de todos esses atributos, a linha Epikut é bastante democrática e inclusiva, podendo ser utilizada até mesmo nos casos em que o paciente apresenta baixa qualidade óssea. Resultado: as taxas de sucesso são elevadíssimas na reabilitação cirúrgica e protética com o Epikut. Conheça mais:

Epikut Cone Morse: perfeito para implantes unitários em função da conexão Cone Morse, cujo formato de rosca permite uma ótima acomodação da coroa dentária. As recomendações de uso clínico são:

  • 3,5 – incisivos centrais, laterais e caninos; 
  • 3,8 – centrais e laterais superiores, caninos e pré-molares;
  • 4,5 – pré-molares e molares;
  • 5,0 – pré-molares e molares.

Epikut Hexágono Externo: apresenta o mesmo desenho do Cone Morse, e a única diferença reside no tipo de conexão, que é externa. Indicada para implantes unitários e  múltiplos, a conexão externa requer a aplicação de um pilar para fixar o dente, o que gera mais estabilidade e firmeza, diminuindo a possibilidade de afrouxamento da estrutura. No ato cirúrgico, vale usar assim:

  • 3,5 – incisivos centrais, laterais e caninos; 
  • 4,5 – caninos, pré-molares e molares  5,0 – pré-molares e molares.

IMPLANTES UNITITE

Assim como a linha Epikut, os implantes Unitite estão entre os mais premium do mercado devido à sua Superfície Plus. Com nanocristais de hidroxiapatita e desenvolvido a partir de nanotecnologia, o revestimento aumenta a hidrofilia e melhora a resposta cicatricial, acelerando o processo de osseointegração.

A Superfície Plus foi atestada por mais de 50 trabalhos realizados durante oito anos nas universidades mais renomadas do mundo, que comprovaram a osseointegração acelerada.

Os implantes Unitite são dotados de câmaras de cicatrização e combinam roscas externas com roscas internas, promovendo cicatrização híbrida de altíssima qualidade.

A precisão entre o sistema de fresagem e o design de roscas externas garante alta estabilidade e, ainda, minimiza a compressão do tecido ósseo cicatricial peri-implantar.

No mais, a linha Unitite conta com implantes indicados para os mais variados casos: próteses múltiplas; próteses unitárias; próteses totais; regiões estéticas e regiões posteriores. Saiba mais:

Unitite Prime: atende com excelência pacientes que buscam um tratamento mais rápido já que possibilita a aceleração da osseointegração. Essa linha atende também àqueles que vivem com alguma comorbidade que possa afetar sua qualidade óssea – situação que impõe um certo risco de perda do implante – ou condições de saúde que exigem maior cuidado no tratamento do implante, como é o caso dos diabéticos e fumantes. As recomendações de uso clínico são:

  • 3,5 – incisivos centrais, laterais e caninos; 
  • 4,3 – caninos, pré-molares e molares;
  • 5,0 – molares.

Unitite Slim: concebido para regiões limítrofes onde há pouca disponibilidade óssea e base protética diminuída. As indicações são:

  • 2,9 – incisivos laterais (superior e inferior) e centrais inferiores.

Unitite Compact: é o implante mais curto da linha e, por isso, recomendado para espaços limitados na altura ou para pacientes que sofreram com perda óssea acentuada. As recomendações para o uso clínico são:

  • 4,0 / 5,0 / 6,0 – molares superiores e inferiores.

IMPLANTES STRONG SW

Esta linha conta com duplo ataque ácido (DAA) em toda superfície para cone morse e até a região cervical para implantes hexágono externo e hexágono interno. E também com a Superfície Plus, no caso do Strong SW Plus.  

Os modelos Strong SW se destacam por sua macrogeometria híbrida, de início cilíndrica, e que, progressivamente, vai se tornando cônica. Estes implantes podem ser utilizados em qualquer tipo ósseo, desde o I até o IV, englobando todas as situações clínicas. Com isso, alcançam uma excelente estabilidade primária.

No mais, a linha Strong SW dispõe, ainda, de tecnologia capaz de promover uma qualidade óssea superior, no processo de osseointegração. São, portanto, implantes multifuncionais e extremamente eficientes!

Estes implantes apresentam versatilidade em três opções de conexão. Saiba mais:

Strong SW Hexágono Externo e Strong SW Hexágono Interno: podem ser aplicados em casos unitários ou múltiplos. Em consultório, usar da seguinte forma:

Strong SW Hexágono Externo:

  • 3,5 – incisivos centrais, laterais e caninos; 
  • 3,75 – centrais e laterais superiores, caninos e pré-molares; 
  • 4,5 – pré-molares e molares; 
  • 5,0 – pré-molares e molares.

Strong SW Hexágono Interno:

  • 3,8 – centrais, laterais, caninos e pré-molares; 
  • 4,5 – pré-molares e molares; 
  • 5,0 – pré-molares e molares.

Strong SW Cone Morse 16° e Strong SW Cone Morse 11,5°: estes implantes são dotados dos mesmos mecanismos, e a única diferença reside na angulação das paredes de suas conexões – 16° e 11,5°, respectivamente. As recomendações de uso clínico são:

Strong SW Cone Morse 16°:

  • 3,5 – incisivos centrais, laterais e caninos;
  • 3,8 – centrais e laterais superiores, caninos e pré-molares; 
  • 4,5 – pré-molares e molares; 
  • 5,0 – pré-molares e molares.

Strong SW Cone Morse 11,5º:

  • 3,5 mm – incisivos centrais, laterais e caninos; 
  • 3,8 mm – centrais e laterais superiores, caninos e pré-molares; 
  • 4,5 mm – pré-molares e molares; 
  • 5,0 mm – pré-molares e molares.

IMPLANTES TRYON

Lançada há mais de quinze anos, esta é a família de implantes mais tradicional da S.I.N. Seus modelos podem ser encontrados em diversos formatos, tanto cilíndricos, indicados para mandíbula, quanto cônicos, indicados para maxila e ossos mais moles. Estes traços os tornam adaptáveis a qualquer paciente. Conheça:

Tryon Cone Morse Cilíndrico ST e Tryon Cone Morse Cilíndrico SAT: o Tryon Cone Morse Cilíndrico ST é utilizado em ossos mais densos, do tipo I e II. As recomendações de uso clínico são:

  • 3,75 mm – centrais, e laterais superiores, caninos e pré-molares; 
  • 4,0 mm – pré-molares e molares; 
  • 5,0 mm – pré-molares e molares.

Já o Tryon Cone Morse Cônico SAT é recomendado para os ossos do tipo III e IV, mais porosos. As recomendações de uso clínico são:

  • 3,75 mm – centrais e laterais superiores, caninos e pré-molares; 
  • 4,0 mm – pré-molares e molares.

Tryon Cone Morse Cônico SC: este implante possui uma conexão de 11,5°. As recomendações de uso clínico são:

  • 3,5 mm – centrais, laterais e caninos; 
  • 4,0 mm – caninos, pré-molares e molares; 
  • 5,0 mm – pré-molares e molares.

Tryon Cilíndrico CY: com uma macrogeometria voltada para ossos mais concisos, este é o implante da S.I.N. mais utilizado em reabilitações na mandíbula. Quanto à sua utilização, as indicações são:

  • 3,25 mm – incisivos laterais (superior e inferior) e centrais inferiores; 
  • 3,75 mm – centrais e laterais superiores, caninos e pré-molares; 
  • 4,0 mm – caninos, pré-molares e molares;  
  • 5,0 mm – pré-molares e molares.

Tryon Cônico CO: segue a popularidade do Tryon Cônico CY, sendo, porém, adaptado para ossos menos rígidos, como os da região maxilar. As recomendações de uso clínico são:

  • 4,0 mm – centrais superiores, caninos, pré-molares e molares;
  • 5,0 mm – pré-molares e molares.

E aí, gostou deste artigo? Nós, da S.I.N. Implant System, estamos aqui para ajudar você a conquistar o máximo sucesso no seu dia a dia como dentista. Para conferir outras dicas sobre o mundo dos implantes, siga nossas redes sociais: Facebook e Instagram e também nosso canal no YouTube.

Posts relacionados